por Salo Yakir - Janeiro, 2014

Seno e Bissetriz somaram-se certa feita sob a marquise de uma raiz quadrada.  
Caia um toró e os dois ali se incluiram, esperando pacientemente pelo
cancelamento do indice pluveométrico. A chuva porém se mostrava indivisivel e  
para anular o fator temporário, passaram as duas incognitas a lançar olhares
suspeitos entre si, fatorar, esquadrinhar os ângulos da estrutura e estimar a
metragem da area. A cada fração de tempo, extrapolavam-se para o plano
exterior para calcular se aparecia algum número-primo que lhes pudesse
simplificar o problema, transferindo-os, numa coordenada inversa, para o
membro opôsto da avenida.

A visibilidade era ordinária e os minimos catetos que por ali passavam o faziam
diferencialmente, ignorando de forma integral os digitos correlatos se
anulando no perimetro adjacente.

A raiz quadrada, por sua vez, fôra programada para processar algarismos em
sua base, mas carecia de uma analise funcional acurada para identificar as
duas incognitas e extrair algum resultado harmônico aproximado. As figuras
invariaveis, que a princípio não haviam adicionado nenhuma sequência entre si,
estimaram que estavam na tangente e em um segmento irregular. Isto, no
momento em que o mecanismo automático da raiz quadrada baixou uma
plataforma na perpendicular para extrair o resultado da base. Resolveram pois
chegar mutuamente a um denominador comum e resguardar-se entre colchetes.

S - Com esta tempestade, será dificil alcançar uma área secante para nos
incluirmos...                           

B - Também acho. Pelo jeito vamos ter mesmo de nos fatorar, pois este radical
está se demonstrando um vetor extremamente decomposto.

S - Antes de mais nada, deixe eu me enunciar. Meu nome é Seno e estava a
caminho de adquirir meu certificado de primeiro anista do Bloco
Trigonomêtrico, quando fui simplificado por este maximo temporal.

B - Meu nome é Bissetriz, muito prazer. Eu de minha parte já estou
relativamente coordenada no bloco. Lembro-me que sempre me fatorei sem
nenhum problema; todos foram muito analiticos, apesar do trote que me
aplicaram,  o que é um maximo denominador comum a todos
os naturais,  como você ja' deve ter deduzido.

S - Ouvi falar. Com toda a potenciação nesta marquise, comecei a sentir
certas variaveis exponenciais. Se permanecermos aqui incognitos, vão acabar
nos simplificando.

B - Calma, não se deixe decompôr. Já passei certa vez por uma sequência  
infinitesimal aproximada a esta aqui. Eu de minha parte estava a caminho do
badalado Pub da Dizima, pois ela sempre soube coordenar em frações mistas
funções de aniversário de ótimo índice, como a que vou lá extrapolar.

S - Parabéns. Vou em mesma igualdade festejar o meu em breve e de posse do  
certificado potencializar-me para a festa de adição. Também estava compilado a
organizar a festa na Dizima, mas a data já estava fora da área. Fiz reserva na
Taverna do Binômio Perfeito, que tem parentesco de segundo grau com uma das
minhas equações familiares.

B - Que tal então fazer entre nós uma combinatória e preliminar uma festa como
os produtos finais?  Assim aproveitamos para diferenciar a raiz quadrada
e nos transferir para a fração do outro lado da avenida. Veja! a chuva já
esta se reduzindo.

E foi assim que Seno e Bissetriz se adicionaram debaixo do radicando,
organizaram uma ótima função, tornaram-se como que membros indivisives
quando se sentiram no raio dos numeros perfeitos e no final dimensionaram um  
hexâgono regular de aniversário, com a presênça composta de todos os
parêntesis e demais numerandos. Bissetriz obteve um trio elétrico de redução
para anular e transformar todos os seus angulos agudos e Seno, por sua vez,  
teve de passar pelo complexo trote dos calouros, recebendo, por conta da
margem de erro, um arco geomêtrico que se tornou uma das propriedades
mais irregulares do Bloco Trigonométrico.

Meses depois, extrapolaram a solução se agrupando como "x" e "y" no Pub da
Dizima. Convidaram para padrinhos o Quociente e a Hipotenusa, multiplicaram a
familia ao cubo com as unidades "t", "z" e "w" e viveram felizes em conjunto até
o infinito. --- C.Q.D.

                                 
 
Encontro Inusitado
(procura-se um matematico otimista para revisar esta cronica)
                     ∑ Ω ⅜ ‰ ∕∕ ≥ √ ≠ ∫ # § [+]